Os sonhos acontecem!

Quem me conhece há mais tempo, sabe que tatuagem no meu corpo é um pensamento que me assola desde dos meus 16 anos...Por várias vezes um, hoje amigo especial, me pintou figuras, escorpiões, sois Inca de forma a eu sentir por alguns dias o que seria ter uma tatuagem...E eu amava, adorava e nunca tinha tido a coragem toda.

 

 

Aquela coragem que abdicaria de alguns euros, aquela que mesmo que doesse seria menos importante, aquela que tinha a certeza do desenho que queria fazer, aquela que sabia o sitio exacto para a fazer...essa toda, que eu não tinha!

 

Quando a minha A. nasceu, senti que seria o momento, a pessoa ideal, o momento ideal...e nada! A coragem toda ainda não tinha aparecido.

 

Não sei o que faltava, o que fez a diferença e ontem lá estava eu, no Sérginho às 11h00 da manhã para fazer uma tatuagem e o mais engraçado é que a coragem toda não estava lá. Eu nem tinha desenho, o sitio era só as costas todas se ele achasse por bem, e os euros também não andam por aí...Ainda não sei o que fez a diferença…Ou até sei e simplesmente não interessa para agora!

 

O Sérginho perguntou: Então o que queres? E eu não poderia ter sido mais abstracta...2 borboletas…eu e a minha filha...uma flor e o sítio, por esta zona. Ele olhou para mim e disse: OK! E eu fiquei tranquila...Quem me conhece dos tempos dos desenho tem o direito de achar isto muito estranho...E eu garanto que não é!

 

E lá fui eu para a cadeira...e ele fez um desenho...eu fui ver e estava giro! E as cores? Gosto de todos, disse eu e particularmente do lilás, amarelo, rosa, azul...bem muitas... E o Sérginho começou!

 

Dói, em alguns momentos dói como que entre o arder e o queimar...e mal ele tira a máquina passa, não perdura! Fui fazendo algumas analogias naquelas 2 horas...As coisas más também podem ser assim, doem quando acontecem e não precisam de ficar a doer para sempre! E ás vezes algo que queremos requer algum momento menos bom...e por isso dá significado intenso! O Sérginho fez algumas vezes a proposta de eu ir ver o que estava a ser feito por ele ao que eu recusei. Queria o impacto total, feito e terminado.

 

Passadas duas horas o Sérginho, disse, pronta! Com tal sorriso, com tal certeza que eu sabia que tinha que estar fantástica...e gosto quando fico surpreendida pela positiva...Linda é muito, muuito pouco...Estava tão fantástica, estava tão eu, romântica e forte, colorida e suave, marcante e ténue...tanto, tanto que chorei! Coloquei a minha mão no Sérginho e a palavra que senti foi obrigada e disse-a olhos nos olhos...

 

A minha tatuagem guardada desde dos 16 anos nos meus sonhos está agora na minha omoplata...os sonhos transformam-se em realidade basta nos deixarmos!

 

publicado por Momento de Mudança às 18:51 | comentar | ver comentários (3) | favorito