...

Quando decidimos dar a nossa vida aos outros, não para que eles possam usufruir de um pouco de nós, mas para que a possam governar, decidir e até apagar. A frustração agradece, pois ganha alimento e cresce, cresce, cresce e continua a crescer.


Não sei o que será mais doloroso, se a sensação de ter que tomar medidas, decisões, ganhar atitude ou chegar ao final de algo que nunca aconteceu e não sentir nada. Não fazer é bem pior que fazer e receber um mau olhado!


Hoje foi um dia em que me senti em alta. O meu ego estava grande e eu rejubilava perante a sensação de capacidade. Eu tinha atingido um patamar de grandeza de conquista, eu tinha conseguido encontrar o meu ser e fazê-lo ser entendido por outros. Era um dia feliz, uma manhã feliz, uma tarde feliz, um princípio de noite de frustração! Como é possível…isso questiono eu “COMO”?


Pois como temos vindo a olhar o mundo de frente, temos dado conta que aquilo que necessitamos é de reconhecer o que fizemos, que acção realizamos para “descobrir” como podemos ter resultados diferentes…


Pois bem, olhando os factos, eu decidi: Deixar de encontrar tempo para correr. As desculpas foram as mais variadas:”Estava com a minha filha”; “Não tinha tempo” (esta eu gosto particularmente, embora a coragem para a utilizar em voz alta já não exista, utilizo muito ainda comigo, baixinho que ninguém ouve); “estava calor”, bem e muitas mais que agora já não recordo. Mas o facto é que foi muito bem sucessiva, não corri durante uma semana. Chegavam a existir dias que eram dez da noite e eu com uma vontade de calçar as sapatilhas e correr. Mas eu consegui todos os dias não ir. Que força de vontade! Pena é que tenha sido para algo que não me melhora, que não me transforma em alguém mais positivo, mais forte, mais eu. Com muita pena não corresponde ao meu caminho!


Dia 20 de Setembro e eu voltei a correr…com desilusão, por encontrar nos meus passos alimento para a frustração.


As minhas necessidades estão lá, são parte de mim. Então o melhor é que eu as satisfaça de forma positiva e se tenho capacidade para conseguir não ir correr durante uma semana, melhores serão as desculpas para correr todos os dias e todas as semanas. Vou colocar-me a mim a meu favor!


O feitiço de hoje: Escolhe o teu caminho, mas esse caminho melhor será quanto mais garantir a tua satisfação positiva.

publicado por Momento de Mudança às 21:59 | comentar | favorito